A “Corrida Contra a Extinção” (Race Extinction) é o novo documentário do diretor Louie Psihoyos, vencedor de um Oscar com o documentário The Cove.
Este documentário, que estreou a 2 de dezembro no Discovery Channel, pretende expor o mundo oculto do mercado negro das espécies ameaçadas de extinção .

De acordo com o autor, se a humanidade não se tornar mais consciente das suas ações, 50% das espécies do planeta podem estar extintas dentro de 100 anos.
Para realizar o documentário, Psihoyos juntou-se a uma equipa de ativistas, cientistas e fotógrafos de natureza. É possível vermos ativistas com câmaras escondidas a entrarem num restaurante de sushi que vendia carne de baleia de contrabando e a infiltrarem-se numa fábrica de Hong Kong que vendia ilegalmente barbatanas de tubarão.

A maior causa de extinção em massa é a destruição do habitat natural dessas espécies, que é devastado para produzir alimento para os animais que consumimos. Cerca de 90% das florestas tropicais na América do Sul, por exemplo, são derrubadas para o fornecimento de pasto para vacas”, explica Psihoyos.
“Para mim, aumentar a consciência sobre o problema é apenas o primeiro passo. Este documentário não é apenas um filme, é um movimento.

Fontes: ANDA e POP





Partilha:

Comentários:

2 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Olá Mab!

    Para quê correr se podemos andar? Correr só prejudica o pensamento... Não que precisemos muito dele, mas é preferível ter essa capacidade disponível em caso de necessidade!

    Precisamos sim é de PARAR.

    Quanto ao documentário fui à página do mesmo e o que lá descobri?

    O mesmo do costume: ligações para Facebook, Twitter, etc!

    Apenas e só duas corporações que dão um excelente contributo para a tal extinção... Mas o que é que isto interessa, não é verdade?

    Abraço
    voza0db

    ResponderEliminar
  2. Olá Voz,
    Ainda não vi o documentário, mas pretendo fazê-lo.
    Um abraço,
    Mab

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.