Batizada de “cidade chinesa do Natal”, Yiwu, uma cidade a 300 km de Shangai, abriga 600 fábricas que, em conjunto, produzem mais de 60% de todas as decorações e acessórios para o Natal de todo o mundo – das árvores incandescentes de fibra ótica aos chapéus de feltro do Pai Natal. Os “elfos” que trabalham nestas fábricas são, quase sempre, operários migrantes, que trabalham 12 horas ou mais por dia, 6 dias por semana, por um salário que equivale a cerca de 200 a 300 euros por mês.

A mão-de-obra é tão barata que fazer decorações de Natal à mão é mais barato do que usar máquinas.

“Talvez seja como o Ano Novo [Chinês] para estrangeiros”, diz Wei, um trabalhador de 19 anos que chegou a Yiwu este ano, vindo da região rural da província de Guizhou. Juntamente com o pai, cumpre longas jornadas numa cave salpicada de vermelho. Pega em flocos de neve de poliestireno, mergulha-os num banho de cola, coloca-os numa máquina de revestir com pó, até que se tinjam de vermelho – e faz 5000 peças por dia.
No processo, ambos terminam encardidos da cabeça aos pés, com pó fino de carmesim. O seu pai usa um chapéu de Pai Natal (não para celebrar, mas para evitar que o cabelo fique vermelho) e ambos gastam pelo menos 10 máscaras faciais por dia, tentando não respirar o pó. É um trabalho cansativo e provavelmente não o farão de novo no ano que vem: assim que ganharem o suficiente para que Wei se case, querem voltar para Guizhou.

Na verdade, as fábricas de Yiwu produzem artigos para o Natal por volta de julho e agosto. Em setembro, param de produzir enfeites de Natal e começam a fazer itens para a Páscoa e para o Dia dos Namorados. De seguida, começam a produzir enfeites para o Dia das Bruxas, até voltarem a dedicar-se de novo ao Natal.

Fontes: Outras Palavras, BBC e GIZMODO








Partilha:

Comentários:

4 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. E assim vai o Mundo.
    Decoramos as nossas casas e vestimos os nossos corpos com objectos e roupas confeccionados por mão- de- obra escrava da China, Índia e Bangla- Desh.
    Enfim, eu bem gostaria de comprar apenas MADE in PORTIUGAL, mas não ganho o suficiente!!!!
    Sociedade paradigmática esta, hein?????
    Ao mesmo tempo que CONDENAMOS o comunismo e o CAPITALISMO selvagem... SUSTENTAMO-LOS!!!!!

    ResponderEliminar
  2. A china é comunista !!! È das ideias do PT. Que governa para o proletariado. Ou estou errado ?

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.