A BioCarbon Engineering, uma start-up do Reino Unido, liderada por Lauren Fletcher, quer utilizar métodos inovadores para plantar 1000 milhões de árvores por ano, recorrendo a drones. Fletcher, um engenheiro ambiental com mais de 20 anos de experiência na NASA e CEO da BioCarbon Engineering, diz que para se resolver o problema da desflorestação se devem utilizar as novas tecnologias.
A reflorestação recorrendo aos drones será mais rápida e mais barata. Os drones irão sobrevoar zonas, recolher dados e transmiti-los à base onde será avaliado o potencial reflorestativo. Numa 2ª fase, o drone plana a 2/3 m da superfície, disparando uma cápsula que contém uma semente pré-germinada e alguns nutrientes para garantir um bom crescimento inicial após ser alojada na terra.
O recurso aos drones não pretende desencorajar a plantação manual de árvores, mas sim complementá-la e ajudar no combate à perda de áreas verdes, apresentando-se ainda como um auxílio para o acesso às áreas remotas.

Fonte: Shifter
Drone Technology

The global tree count has fallen by 46% since the dawn of human civilization. Here’s how drones, of all things, could fix this.

Publicado por Futurism em Sexta-feira, 13 de Novembro de 2015


Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.