No início desta semana, o Departamento de Agricultura do Havai aprovou por unanimidade um conjunto de alterações às leis que proíbem a importação de animais selvagens exóticos "para exposição ou performances em espetáculos como circos, carnavais e feiras".

Isto significa que o Havai vai tornar-se no 1º Estado dos EUA a proibir o uso de ursos, elefantes, felinos, primatas, rinocerontes, hipopótamos, crocodilos, ursos e hienas para fins de entretenimento.

As exceções à nova regra são as filmagens comerciais para a televisão ou para filmes e dentro dos jardins zoológicos. "Esperamos que o Havai seja um exemplo para que outros Estados deem também o próximo passo", de acordo com Inga Gibson, diretora sénior da Humane Society do Estado do Havai.

O recente documentário "Tyke Elephant Outlaw", que conta a história de um elefante que escapou de um circo em Honolulu e foi abatido pela polícia, terá influenciado a elaboração da proposta.
Trinta países, da Grécia ao Peru, proibiram já a presença de animais selvagens em circos itinerantes, e a Inglaterra fará o mesmo no fim deste ano.
Gibson informou que as novas regras deverão entrar em vigor no início de 2016.

Fontes: True Activist, World Animal News e Exame.com

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.