Para fazer uma boa horta de hortaliças e ervas aromáticas, segundo este vídeo com o agrónomo Isamu Yokoyama, da Fundação Mokiti Okada, o 1º passo é obter-se um substrato de qualidade. O produto pode ser comprado pronto ou feito em casa, a partir de 3 ingredientes. Utiliza-se, para a composição deste substrato: terra, material orgânico vegetal (folhas semidecompostas) e um composto fino.

Para fazer estes dois tipos de composto, deve juntar folhas secas, que podem vir de um quintal ou de um parque. Depois deve acrescentar terra superficial, misturar bem e borrifar um pouco de água. A proporção deve ser de 1/3 de terra para 2/3 de folhas. De seguida, a mistura deve ser colocada num balde, onde começa a etapa de decomposição das folhas. “Revire uma vez por semana para entrar um pouco de ar, para facilitar o processo de decomposição dos micro-organismos”, explicou o agrónomo. Em 60 dias, o material fica semidecomposto. Aos 90 dias, já é um composto.

Com os ingredientes à mão, é hora de fazer o substrato. Para plantas como alface, brócolos, tomate, beringela, aconselha que se façam mudas antes. Nestas mudas, a proporção que se utiliza é 2/3 do material bem decomposto para 1/3 de terra.

Para fazer o substrato das mudas, peneire o composto fino. Depois, acrescente a terra e misture tudo. Pode-se utilizar vasinhos furados ou copos descartáveis de café. Os furos são muito importantes para não acumularem água. De seguida, preenche-se o copinho com o substrato, faz-se um furo com o dedo e coloca-se as sementes. Feito o plantio é hora da 1ª rega (pode-se usar um borrifador e borrifa-se com cuidado). É importante que as mudas tenham 4 horas de luz diária e irrigação uma ou duas vezes por dia. Com o sol e a água, as plantas crescem bem durante as primeiras semanas. Quando elas atingem o porte com três ou quatro folhas, é hora de se fazer a mudança para o 1º vaso.

No vaso, o substrato deve ter uma composição diferente da do copo: uma parte de terra, uma parte do material semidecomposto e uma parte do composto fino. Borrife um pouco com água para manter o substrato húmido e transplante a muda com cuidado para não cortar as raízes. Uma vez no vaso, a planta vai precisar de cuidados básicos: água uma ou duas vezes por dia e pelo menos 4 horas diárias de sol.
O vaso final deve ter um diâmetro de pelo menos 25 cm, para abrigar as hortaliças até o momento da colheita. Uma alternativa nesta etapa é utilizar-se floreiras, desde que tenham um bom espaço para o crescimento das plantas.

Fonte: Globo Rural

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.