Neste vídeo o Dr. Lair Ribeiro desmistifica alguns dos mitos e aponta os prejuízos do leite e dos seus derivados para a saúde.

Leite

Neste vídeo o Dr. Lair Ribeiro desmistifica alguns dos mitos e aponta os prejuízos do leite e dos seus derivados para a saúde. Alguns dos pontos focados:
  • Os maiores consumidores de leite do mundo (Austrália, Nova Zelândia, América do Norte e Europa) têm a maior incidência de osteoporose e risco de fractura óssea.
  • Os produtos lácteos não fazem parte da dieta da China, Japão, Vietname ou Tailândia; no entanto, estes países têm uma das mais baixas taxas de osteoporose e fractura óssea no mundo.
  • Existe o lobby do leite. O cálcio presente no leite é muito pobre. Uma vaca não precisa de beber leite para ter cálcio, ela come erva – a biodisponibilidade do cálcio numa verdura é muito maior do que a do leite.
  • Atualmente, as vacas leiteiras vivem apenas 6 anos em vez de 20 e a produção de leite, comparada com a de há 50 anos, aumentou 250%.
  • Segundo a Universidade de Harvard, as mulheres que tomam dois ou mais copos de leite têm um aumento de 66% de risco de desenvolver cancro do ovário.
  • Existe uma correlação entre a ingestão de leite e o cancro da próstata.
  • O leite de vaca é bom para bezerros e o leite humano é bom para os humanos.
  • Os humanos são a única espécie que toma leite de outra espécie.

Partilha:

Comentários:

1 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.