Os dois contratos de concessão assinados pelas autarquias de Barcelos e Paços de Ferreira são o exemplo de como a privatização das águas pode ser um negócio ruinoso para os cofres públicos e para os consumidores.
Os contratos de concessão de água a privados em Barcelos, Paços de Ferreira e Marco de Canavezes mostram as consequências da privatização do setor: os consumidores pagam mais e os privados recebem até pela água que não sai da torneira, uma vez que a autarquia é obrigada a pagar a diferença entre o consumo real e o contratado.
Partilha:

Comentários:

1 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.