"Agora, para equilibrar a balança, gostaria de falar de algumas coisas que nos unem, coisas que assinalam as nossas semelhanças em vez das nossas diferenças. Por que é só sobre isso que se ouve falar neste país. As nossas diferenças. É disso que os media e os políticos estão sempre a falar – coisas que nos separam, coisas que nos fazem diferentes uns dos outros. É dessa forma que a classe dominante opera em qualquer sociedade. Eles tentam dividir o resto das pessoas. Mantêm as classes média e baixa em luta uma com a outra para que eles, os ricos, possam escapar com todo o dinheiro! Uma coisa tão simples assim. No entanto, funciona. Sabem que mais? Qualquer coisa diferente – é sobre isso que falarão – raça, religião, proveniência étnica e nacional, empregos, salário, educação, posição social, sexualidade, qualquer coisa que nos faça continuar a lutar uns com os outros, para que eles possam continuar a ir ao banco!

Vocês sabem como é que defino as classes socioeconómicas deste país? A classe alta tem todo o dinheiro, não paga quaisquer impostos. A classe média paga todos os impostos, faz todo o trabalho. Os pobres estão lá... simplesmente para meter um medo de morte à classe média. Para os fazer comparecer aos seus empregos todos os dias."

Partilha:

Comentários:

2 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. A luta de classes continua actual enquanto a "dita" dominante estiver no poder, à custa das outras duas.

    ResponderEliminar
  2. Amigo, nós venceremos (creio) um dia.
    É duro, pois enquanto lutamos não temos tempo para brincar. Porém, a alma é criança e conseguimos às vezes dar uma boa escapada. (Risos). Continuo fazendo o que posso para que a fraternidade seja real entre os homens. Quanto a esses que nem podemos chamar de homens, acho que só mesmo o tempo para se encarregar de bani-los, já que uma real justiça não existe ainda. Forte abraço, amigo!

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.