Quando uma abordagem é global, abrangendo o plano físico, psíquico e social diz-se que é holística. A medicina veterinária holística vê cada animal como um todo, observando todos os aspectos da sua vida para a elaboração de um bom diagnóstico.

As Medicinas Complementares e Alternativas, como a Medicina Tradicional Chinesa (acupunctura e fitoterapia) e a Medicina Biológica (homotoxicologia e probiótica), têm vindo, nos últimos anos, a ganhar um maior reconhecimento na nossa sociedade em oposição à Medicina Convencional (cheia de contra-indicações…).

Às terapias como a acupunctura, homeopatia e fitoterapia juntam a Medicina Convencional de forma a permitir um correcto diagnóstico e tratamento, conseguindo muitas vezes resolver casos que eram vistos como incuráveis.
Nesta forma de tratamento é muitas vezes utilizado o “home-care”, ou seja, um tratamento que decorre em casa do animal, no ambiente que lhe é familiar, não provocando o stress das deslocações ao veterinário.


Exemplos de casos clínicos tratados através desta medicina:
  • casos neurológicos,
  • condições osteoarticulares,
  • síndromes gastro-entéricos,
  • problemas de pele,
  • problemas reprodutivos,
  • problemas respiratórios,
  • neoplasias.

Fonte: Animália
Partilha:

Comentários:

1 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Aprendendo sempre.
    Como me lembrei do meu cãopanheiro "o Sacha"...

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.