Charles Dickens

Charles Dickens foi, durante a sua vida, o escritor mais famoso da Europa e da América.
Nasceu a 7 de Fevereiro de 1812, em Portsmouth. Ainda criança, foi obrigado a trabalhar numa fábrica de graxa, depois de o seu pai, John Dickens, ter sido preso por acumulação de dívidas. Mais tarde, trabalhou como ajudante num escritório de advogados e como jornalista, antes de ter iniciado a sua carreira de escritor aos 21 anos.

O seu primeiro livro The Pickwick Papers foi, desde logo, um sucesso. Começou, então, a publicar romances através de folhetins mensais que se tornaram muito populares. A Oliver Twist, uma das suas obras mais conhecidas, seguiram-se Nicholas Nickleby, The Old Curiosity Shop e Barnaby Rudge. Em 1843, publicou A Christmas Carol (Cântico de Natal), que celebrizou a personagem principal, o avarento Mr. Scrooge.

Para David Copperfield, o romance publicado em 1850, Dickens baseou-se na sua própria experiência como trabalhador de uma fábrica, enquanto criança.  Contam-se ainda, entre a sua obra, grandes romances como Bleak House, Great Expectations, A Tale of Two Cities e Our Mutual Friend.

Charles Dickens a sonhar
"O Sonho de Dickens" - o escritor rodeado pelas suas personagens

A crítica social está muito presente na obra de Dickens. Os seus romances denunciam a pobreza extrema das classes sociais mais baixas e a precariedade da infância, o trabalho infantil, as más condições de vida e de trabalho e a estratificação social abrupta da era vitoriana, ao mesmo tempo que evidenciam uma arte narrativa caracterizada por uma grande penetração psicológica posta na composição das personagens.

Paralelamente à carreira de escritor, Charles Dickens viajou bastante, fazendo campanha contra males da sociedade como a escravatura. Morreu em Junho de 1870.
Partilha:

Comentários:

4 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Charles Dickens foi um dos maiores escritores da sua époc. sou daqueles que acredita que Dickens assim como Eça de queiroz sem o saberem foram verdadeiros sociologos. Pois a sua análise e descrição das sociedade em que viviam era de tal forma realista, que podemos "ver à nossa frente" a sociedade e os hábitos da época...

    ResponderEliminar
  2. Dickens foi um escritor de ontem que continua hoje, aqui ao lado, na estante, actual e importante,
    bfs

    ResponderEliminar
  3. Muitas das sátiras e caricaturas continuam a assentar como uma luva a muitas das pessoas de hoje (políticos e advogados corruptos, forretas, pessoas sem escrúpulos que escravizam outras etc., etc., etc.)

    ResponderEliminar
  4. Gostei bastatante de conhecer a vida dele e ele,pois estou lendo um de seus livros:Oliver Twist

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.