O documentário “Fibra Ética: Algodão Biológico” (“Moral Fibre - Organic Cotton”) mostra a árdua realidade por detrás das roupas produzidas com o algodão convencional, mostrando, ao mesmo tempo, os benefícios que o algodão biológico pode trazer aos agricultores, ao ambiente e aos consumidores.

Os campos de algodão são campeões mundiais do uso de agrotóxicos, provocando a intoxicação e a morte de agricultores, pássaros, peixes e insectos, para além de poluirem o ar, o solo e os aquíferos. 

O que é o algodão biológico?
O algodão biológico é cultivado sem recurso a pesticidas nem adubos químicos. Utiliza métodos e materiais que têm um impacto reduzido no ambiente, mantendo a fertilidade do solo e contribuindo para o aumento da biodiversidade.

Alguns dos dados apresentados no documentário:

  • 25% dos insecticidas produzidos no mundo são utilizados na plantação de algodão convencional; 
  • Um hectare de algodão utiliza 8 vezes mais agrotóxicos do que um hectare de produção de alimentos; 
  • 1 kg de agrotóxicos contamina 1 bilhão (mil milhões) de litros de água; 
  • 80% das doenças existentes no mundo resultam da escassez ou da poluição da água.
Fontes: ecotece e esplar


Partilha:

Comentários:

3 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. História com fotografias "lindas" do excesso que a produção de algodão provocou/provoca

    AQUI
    e
    AQUI

    ResponderEliminar
  2. Pois é... cultivo intensivo dá nisto e nisto mas nada muda... tudo se vai mantendo mais ou menos na mesma...

    ResponderEliminar
  3. Muito boas as fotos do Mar de Aral...

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.