Murais comemorativos do 25 de Abril de 1974, a Revolução dos Cravos. Como não poderia deixar de ser, o cravo vermelho é um símbolo constante nestas pinturas que homenageiam o Dia da Liberdade.

Partilha:

Comentários:

4 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. 25 para depois deixarem o pais como está, tb não sei se serviu de muito :P

    ResponderEliminar
  2. Olá GaSPaS,
    As coisas podem andar um bocadinho para o torto mas não se pode comparar com a ditadura de então... ;)

    ResponderEliminar
  3. uau, imagens espectaculares estas que não deixam esquecer a verdadeira intenção e vontade da revolução. Mas isto é como o Natal, diz-se que é sempre ou quando um homem quizer mas as pessoas esquecem o verdadeiro significado e espírito desses dias, e o 25 de Abril deixa de ser sempre e por isso o país está nestas condições que não agradam a muita gente e são esses que deixam de acreditar numa revolução que realmene mudou o país.

    ResponderEliminar
  4. Olá Mãe Rã,
    muito obrigado pelo comentário!
    Um dos pontos bonitos desta Revolução é que soubemos fazê-la sem o uso da violência! Algo que não deve ser esquecido e que deve sim ser copiado!
    Contudo ainda é preciso tornar Portugal um país mais desenvolvido e com mais justiça social...

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.