No dia 20 de Março milhares de voluntários por todo o país vão participar numa das maiores operações de limpeza das matas e florestas portuguesas de que há memória! A iniciativa chama-se Limpar Portugal e tem como objectivo limpar as florestas portuguesas num único dia!

A experiência pioneira teve origem na Estónia, onde num só dia (3/5/2008) foram recolhidas 10 mil toneladas de desperdícios com a ajuda de 50 mil voluntários (num país de 1,5 milhões de habitantes).

A iniciativa, que começou por ser um projecto apenas para os amantes de todo-o-terreno, conta já com o apoio de “inúmeras empresas, associações, instituições e órgãos de poder” e recebeu recentemente o alto-patrocínio da Presidência da República.

Conta também com os apoios do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, do Ministério do Ambiente, do Corpo Nacional de Escutas e da Associação de Escoteiros de Portugal. E, ainda, o apoio da Igreja católica, de diversas universidades, de escolas e agrupamentos. Estimativas feitas, se o tempo ajudar, vão estar mais de 100 mil pessoas a participar!

Rui Marinho admite que os fundadores acreditavam que o projecto "iria ter alguma adesão. Mas nunca acreditámos, por exemplo, que o Exército e a Protecção Civil cedessem os equipamentos pesados necessários". Neste momento estão referenciados cerca de 10 500 locais de recolha de lixo com necessidades desde a recolha de plásticos ou pneus de automóveis, até verdadeiras lixeiras a céu aberto, onde se acumulam frigoríficos, móveis, entulho de obras, colchões. "Ao todo estimamos recolher cerca de 70 mil toneladas de lixo", disse Rui Marinho.

"Com este exemplo de cidadania também esperamos consciencializar as pessoas para a necessidade de manter as matas limpas". "As pessoas não sabem que muitas câmaras recolhem gratuitamente os colchões ou sofás velhos", diz. Ou que "podem depositar equipamentos eléctricos avariados nos ecocentros sem pagar nada por isso".

Apesar da limpeza decorrer em apenas um dia, já trabalham há muito na preparação. A localização de lixeiras foi uma das tarefas mais importantes. Os locais encontrados foram referenciados através de coordenadas geográficas e foi-lhes adicionada informação como acessos, tipo de lixo, transporte necessário para a sua recolha, assim como fotografias.


No Próprio Dia

Cada concelho tem a sua coordenação local e no dia as pessoas juntam-se nos locais indicados pela organização para partir para a recolha", explica Rui Marinho. O lixo será depois depositado em locais próprios, indicados pela secretaria de Estado do Ambiente, para se proceder à sua selecção, reciclagem e tratamento.

Basta aparecer, trazer luvas (de preferência de jardinagem), máscara para poeiras e calçado resistente. E se alguém tiver uma carrinha de caixa aberta, para transportar resíduos, será muito bem-vindo.”

A recolha do lixo, que será separado nos locais de limpeza, será feita posteriormente por serviços profissionais, sejam camarários, públicos ou privados.

O projecto limpar Portugal está aberto a qualquer pessoa que queira participar!

Veja mais em:



Fontes: limpar Portugal, dn, fugas e reconquista.pt

Subscrever a Newsletter

Partilha:

6 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Conhecendo o "Zé Portuga" como conheço, não dou 15 dias para que os sítios onde habitualmente o "Zé Portuga" deita lixo, e que agora vão ser limpos, estejam já com lixo...
    Basta observar o dia-a-dia: todos os dias por onde passo andam equipas de limpeza a varrer as ruas, porquê?...

    ResponderEliminar
  2. Esta é sem dúvida uma excelente iniciativa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Olá Db,
    Bem acho que temos que ser um bocadinho mais positivos...
    Acredito que pelo menos as pessoas que participarem vão pensar duas vezes antes de deitarem lixo nas florestas depois de verem o trabalho que dá limpar... ;)

    Mas, é verdade, há mentalidades que custam a mudar...

    Um abraço,
    Mab

    ResponderEliminar
  4. Olá Vagamundos,
    é uma iniciativa muito importante, e ainda melhor, à escala nacional!!

    Bjnhs

    ResponderEliminar
  5. Pois é... positivismo sem aquela pitada de realidade também não é saudável...
    Estou certo que muitas, senão todas, as pessoas que vão participar nesta campanha são aquelas que guardam um papel no bolso para o deitarem num caixote do lixo, ou preferencialmente, num papelão... Quando escrevi o que escrevi estava a falar precisamente de todos os outros! os que diariamente deitam lixo para o chão, e não só... esses por certo não fazem parte deste pequeno grupo e vão continuar a fazer o que fizeram até hoje...

    ResponderEliminar
  6. Acho que para esses casos, algumas medidas têm que ser tomadas por parte do governo, das câmaras, dos responsáveis de parques naturais, etc. de forma a que não seja tão fácil como é nos nossos dias deitar pneus, lixos de obras, televisores, frigoríficos... em qualquer floresta portuguesa...

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.