Pequenas estrelas cadentes serão visíveis hoje (12 de Agosto de 2009), nalguns períodos, à média de uma por minuto, numa chuva de estrelas.

Esta chuva de meteoros é também chamada de Perseidas ou Perséiades, devido ao ponto do céu de onde parecem vir - o radiante, localizado na constelação de Perseus.

As chuvas de meteoros ocorrem quando a Terra atravessa um rasto de meteoros. Neste caso o rasto é denominado de nuvem Perseida e estende-se ao longo da órbita do cometa Swift-Tuttle. A nuvem consiste em partículas ejectadas pelo cometa durante a sua passagem perto do Sol. A maior parte do material presente na nuvem actualmente, tem aproximadamente 1.000 anos. No entanto, existe um filamento relativamente recente de poeiras neste rasto proveniente da passagem do cometa em 1862.

Constelação de Perseus

A famosa chuva de estrelas das Perseidas tem sido observada ao longo dos últimos 2.000 anos, com a primeira descrição conhecida deste fenómeno a ser efectuada no Extremo Oriente. Na Europa recém cristianizada, as Perseidas tornaram-se conhecidas como Lágrimas de São Lourenço.

O ponto alto está previsto para as 17h00, quando ainda não é noite em Portugal; 14h30 em Brasília. A Lua vai também impedir uma melhor observação por estar na fase minguante, e vai retirar algum brilho ao firmamento. Mas, mesmo assim, os astrónomos garantem que irá valer a pena observar o céu na próxima noite.

"Os meteoros são muito pequenos, do tamanho de ervilhas ou no máximo de bolas de ténis, e são muito fugazes, duram poucos segundos", disse Pedro Ré, presidente da Associação Portuguesa de Astrónomos Amadores. Devido às suas pequenas dimensões, estes meteoros desfazem-se antes de entrarem na atmosfera, que funciona como protecção.

Este fenómeno das estrelas cadentes pode observar-se naturalmente à vista desarmada.

"Nestes casos nunca devemos usar qualquer ajuda óptica, nem binóculos nem telescópios, porque o campo é muito restrito e se os utilizarmos não veremos nada", acrescentou.

Para observar o fenómeno nas melhores condições, com céu limpo, as pessoas devem deitar-se no chão, proteger-se contra o frio e assistir ao espectáculo natural sugere Pedro Ré.

Referências: Ionline e wikipédia


Subscrever a Newsletter

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.